Greve dos comboios hoje

greve dos comboios hoje

Quando vai ser a greve do comboio de Portugal?

Os trabalhadores da CP – Comboios de Portugal estão esta segunda-feira, dia 16 de maio, uma greve de 24 horas que já dura desde a meia-noite e deverá ainda causar algumas complicações amanhã terça-feira.

Quais são os motivos da greve?

De acordo com a Lusa, os principais “motivos desta greve são os aumentos salariais, aplicação do Acordo de empresa da CP aos antigos trabalhadores da antiga EMEF”, entre outras reivindicações.

Quais são os trabalhadores abrangidos pelo pré-aviso de greve?

São abrangidos pelo pré-aviso de greve 800 a 1.000 trabalhadores das carreiras comercial e de transportes da CP. As greves de trabalhadores da CP - Comboios de Portugal vão causar fortes perturbações na circulação de comboios nos próximos cinco dias, prevendo-se para o final do dia de hoje atrasos e supressões.

Quando vai ser a greve do Ferroviário?

Os sindicatos e comissões de trabalhadores do setor ferroviário agendaram ontem uma greve para 06 de março na CP e na CP Carga, tendo também decidido a mesma forma de luta na REFER para o dia seguinte.

O que aconteceu com a greve de 24 horas?

A greve de 24 horas foi convocada pelo Sindicato Nacional dos Trabalhadores do Setor Ferroviário (SNTSF), da CGTP, não tendo sido decretados serviços mínimos pelo Tribunal Arbitral do Conselho Económico e Social.

Qual o impacto da greve de 27 de maio na circulação?

“A greve abrange o período entre as 00:00 e as 24:00 de dia 27 de maio, mas o impacto na circulação poderá estender-se para além desse período, nomeadamente ao final do dia 26 de maio e às primeiras horas da manhã de dia 28 de maio”, refere a CP em comunicado.

Quais os impactos da greve ferroviária?

Preveem-se supressões a nível nacional em todos os serviços. Infraestruturas de Portugal anunciou na tarde deste domingo a desconvocação da greve ferroviária. Empresa espera impacto de 700 mil euros devido a paralisação.

2- Todo trabalhador pode fazer greve? Em tese, todo trabalhador têm o direito à greve reconhecido pela Constituição, a lei máxima do país. E a greve pode ser convocada a qualquer momento, por decisão dos trabalhadores, por interesses jurídicos, econômicos e sociais.

Por que as greves não eram consideradas um direito dos grevistas?

Quem está abrangido pelo pré-aviso de greve?

Os trabalhadores dos serviços públicos de saúde também estão abrangidos pelo pré-aviso de greve necessário para participar na manifestação nacional da função pública de sexta-feira.

Como fazer aviso prévio de greve?

O aviso prévio de greve deve ser efetuado por meios idóneos, nomeadamente por escrito ou através dos meios de comunicação social, art.º 534.º, n.º 2, do CT. As entidades que declarem a greve devem dirigir o aviso prévio ao empregador ou às associações de empregadores, bem como ao ministério responsável pela área laboral, art.º 534.º, n.º 1, do CT.

Quais são os requisitos para a realização da greve?

Excecionalmente, em empresas em que a maior parte dos funcionários não esteja sindicalizada, a realização da greve poderá ser decidida por uma assembleia que tenha sido convocada expressamente com essa intenção por um mínimo de 20% dos trabalhadores ou, numa empresa de grandes dimensões, duzentos.

Quais são os direitos e obrigações dos trabalhadores durante uma greve?

Se o trabalhador estiver a receber uma prestação da Segurança Social ou devido a acidente de trabalho ou a doença profissional, o pagamento mantém-se. No entanto, perde o direito à retribuição, ou seja, não recebe o salário referente ao período em que faltou. Essa é, aliás, apontada como a maior desvantagem por quem faz greve.

Postagens relacionadas: